Você sabia que 16 de junho foi declarado como o DIA INTERNACIONAL DAS REMESSAS FAMILIARES por 176 governos no mundo?

A primeira celebração aconteceu no ano passado no FÓRUM GLOBAL em REMESSAS & DESENVOLVIMENTO, de 16 a 19 de junho em Milão, Itália como parte do World Expo*. O IMTC foi parte da celebração onde a comunidade internacional reconheceu o trabalho do setor privado na facilitação do envio de remessas, no desenvolvimento de serviços de transferência custo-efetivos e acessíveis e encorajou a indústria a vincular esses fluxos a uma gama de serviços financeiros e produtos para imigrantes e suas famílias. Este dia é importante para capitalizar no potencial das remessas para ajudar posteriormente a atender os desafios econômicos, sociais e ambientais confrontando os países em desenvolvimento.

*The International Fund for Agricultural Development (IFAD), a specialized agency of the United Nations, is the institution behind the idea and the development of the IDFR.

A Proclamação do Dia Internacional das Remessas Familiares representa uma oportunidade preciosa não apenas para reconhecer os esforços de imigrantes globalmente, mas também fortificar atuais parcerias entre indústrias e criar novas sinergias entre os setores para promover o impacto de desenvolvimento de remessas mundialmente e se juntar para ajudar a alcançar a meta definitiva de fazer imigração para futuras gerações mais uma escolha do que uma necessidade.

O número de imigrantes internacionais – pessoas vivendo em um país diferente de onde nasceram, alcançou 244 milhões em 2015 no mundo inteiro, um aumento de 41% comparado a 2000, incluindo quase 20 milhões de refugiados. Isso é quase 3,5% da população mundial (até 2,8% em 2000) de acordo com as Nações Unidas.

Em anos recentes, a indústria de serviços de remessa, uma parte chave do ecossistema financeiro, tem passado por pressão aumentada a partir de “De-Risking” (retirada de risco) & Bank Discontinuance (descontinuação bancária) pelo setor financeiro e conotações negativas associadas com imigração.

16 de junho deve ser uma celebração do trabalho duro, sacrifício e generosidade de trabalhadores internacionais e os serviços que nós, como uma indústria fornecemos, fazendo das remessas uma realidade para milhões de imigrantes mundialmente.

Atualmente, há quase 250 milhões de imigrantes internacionais mundialmente vivendo fora do país que chamam de casa. Por toda a civilização, as pessoas têm sempre estado de mudança, procurando oportunidades melhores para elas mesmas e suas famílias. Isso faz parte da condição humana. Mas a escala de imigração de áreas rurais para urbanas e pelas fronteiras nacionais no século 21, é sem precedentes. Realmente, tem sido caracterizada precisamente como “a face humana da globalização”.

Se a sua instituição deseja nos ajudar a promover o IFDR e quer a nossa ajuda, entre em contato conosco. Nós podemos fornecer Adesivos e outros materiais para disseminar este dia importante para os imigrantes e suas famílias, para as instituições que trabalham na força das remessas para fornecer desenvolvimento, investimentos, melhor educação, melhores condições de moradia e melhor nutrição, ajuda em desastres naturais, educação financeira, etc. E para a Indústria de Transferência Monetária Internacional e de Pagamentos que fornecem estes serviços necessários com segurança, velocidade, eficiência e o menor custo possível para todos os imigrantes em todos os países no mundo.

Para 2016, o Banco Mundial estima que mais de 600 bilhões dólares serão enviados em remessas familiares para países em desenvolvimento. Esses são apenas os fluxos registrados. O volume pode ultrapassar facilmente um trilhão de dólares se o tempo de transmissão, pagamentos de contas internacionais, transferências de bagagem de mão, fluxos não registrados (sistemas de transferência informais) forem contabilizados. O volume não reflete a realidade. É o número das transferências, a generosidade dos remetentes e seus sacrifícios, a tenacidade dos imigrantes para procurar oportunidades melhores lutando contra todas as dificuldades, contra o racismo e discriminação, contra fronteiras fechadas, muros e patrulhas de fronteira. O IDFR celebra a família…

Be an activist of migrants and remittances! Contact us!